05) Pós-Doutorado em Psicologia na Argentina

TURMAS NOVAS

A definir

O CURSO DE PÓS-DOUTORADO EM PSICOLOGIA NA ARGENTINA

A Universidade Argentina J. F. Kennedy em parceria com o Instituto de Educação Superior Latinoamericano – IESLA, tem a honra de disponibilizar ao público brasileiro o Pós-Doutorado em Psicologia, ministrado por eminentes autoridades do mundo jurídico na sede da UK, em Buenos Aires, Argentina. A Universidade Argentina J. F. Kennedy desenvolve desde sua fundação diferentes propostas de formação para estudos de pós-graduação: especializações, mestrados e doutorados, atualmente todos credenciados. O desenvolvimento destes estudos gerou um interesse no prosseguimento das pesquisas dentro do marco acadêmico, razão pelo que propomos este Projeto de Pós-doutorado em Psicologia.
O objetivo do Programa Pós-doutoral em Psicologia é favorecer novos desenvolvimentos acadêmicos dos formados em doutorados, tanto nacionais como estrangeiros. Nossa convocação tem entre seus principais objetivos, criar um âmbito estimulador para a pesquisa e o intercâmbio científico em prol da formação contínua.
O Programa terá uma duração máxima de um ano, com possibilidade de se estender.

MODALIDADE E DISCIPLINAS

Os candidatos do Programa de Pós-doutorado em Psicologia deverão desenvolver seu trabalho de Pesquisa Pós-doutoral, sob a direção de um Professor com título doutoral.
Esse planejamento deverá incluir-se no marco de uma permanência no programa pós-doutoral.
Nessa permanência pós-doutoral os candidatos devem participar de uma semana intensiva de trabalho nos seguintes seminários:

1. Sujeito, Cultura e Sociedade = 8 horas presenciais
2. Psicologia Social e Política = 8 horas presenciais
3. Psicologia Jurídica= 8 horas presenciais
4. Psicologia Culturalista e Existencial = 8 horas presenciais
5. Desenvolvimentos em Psicanálise
6. Colóquio final = 4 horas (Declaração de temas de pesquisa)
7. Total de horas = 44 horas presenciais
O curso se desenrola através do programa intensivo de 5 jornadas e meia consecutivas, devendo cumprir-se com um planejamento de assessoria tutorial, individual e pessoal.
A declaração temática e traço específico da Pesquisa Pós-doutoral deve apresentar-se no sexto dia de trabalho, no “Colóquio final”.

OUTROS REQUISITOS

1) Durante o período compreendido entre a finalização do curso e a entrega final do trabalho de pesquisa, a cada três meses, o pós-doutorando deverá apresentar uma síntese de informe sobre o avanço científico coordenado pelo diretor de tese.
2) O Planejamento de trabalho deve organizar-se com um cronograma de seis meses a um ano.
3) O trabalho de pesquisa pode ser apresentado a partir dos três meses de finalizado o curso e até um ano após (com possibilidade de extensão a ser avaliada pela secretaria da universidade).
4) O trabalho final deverá ter uma extensão mínima de 70 páginas e máxima de 140 páginas.

CONTEÚDOS MÍNIMOS DOS SEMINÁRIOS DE ATUALIZAÇÃO

1 – SEMINÁRIO: “ SUJEITO-CULTURA E SOCIEDADE”

Sujeito, cultura e sociedade desde diferentes pontos de vista nas correntes psicológicas. O conceito de sujeito para diversas disciplinas, entre elas Psicologia, Psicanálise, Sociologia e Direito. Relação da Psicologia individual e a Psicologia Social. A cultura e sua função: Terceiridade simbólica. Diversidade cultural. O lugar da lei na organização sociocultural e política. A crise da ordem jurídica. Os estados de exceção e suas consequências. A legitimação do ilegítimo. O integrativismo em Psicologia. A tradição, o sujeito e a cultura. O valor dos mitos e os ritos na constituição do sujeito. O Sujeito e o Social-Triplo atravessamento: linguagem, inconsciente, ideologia. Genealogia e Filiação, seus efeitos na constituição do Sujeito e o Social. Resistência cultural: uma forma de sustentar a dignidade subjetiva. As rupturas do corpo social e suas consequências subjetivas. Abordagem das novas formas de violência e violação dos Direitos Humanos. Construção de cidadania e responsabilidade.

2 – SEMINÁRIO: PSICOLOGIA SOCIAL E POLÍTICA

Desenvolvimento histórico da Psicologia social e política. Seu desenvolvimento histórico na América Latina. A Psicologia social e política nas décadas dos 40 aos 60, dos 70 aos 90 e dos 90 ao século XXI. Aspectos metodológicos da Psicologia social. A trama teoria-prática-realidade. Formas de pesquisa. Propostas metodológicas. O quantitativo e o qualitativo. A participação direta e indireta. A análise do discurso. O método experimental: o conhecimento através da intervenção. O método correlacional: o conhecimento através da observação. Aspectos éticos da pesquisa psicossocial e política. O Construtivismo e as representações sociais. O Grupo, diversas conceitualizações. Liderança. A Representação Social como modo de processos cognitivo-emocionais individuais e grupais segundo diferentes contextos históricos. As representações sociais e sua influência nos processos educacionais. Socialização. Endoculturação. Introdução ao conceito de grupo. A importância da análise dos grupos no marco da Psicologia Social. Consequências da pertença. Papéis. Status. Normas e coesão. Toma de decisões em grupo. Correntes dinamista, interaccionista e psicanalítica. A teoria de Pichón Rivière e sua marca na América Latina e na Europa. As variáveis do status e papel nos Estados Unidos. Influência social na construção de atitudes e valores.O grupo e as normas. A opinião pública e os meios de comunicação. O integrativismo na Psicologia Social e Política. Problemáticas psico-axio-sociais atuais. Campos de aplicação da Psicologia social e política. Intervenção psicossocio-política e questões éticas Revisão de conceitualizações e reformulações. A educação para a saúde integral. O diagnóstico de situações sócio comunitárias e a construção de planejamentos estratégicos. Metodologia participativa e de inserção comunitária. Os cenários de intervenção. Prevenção e saúde pública. Políticas em saúde mental e Direitos Humanos. Marcos legislativos e institucionais. O indivíduo e a comunidade. Estilos de vida e mudança de discurso. Critérios de saúde-doença na atualidade. A promoção da saúde na sociedade atual. A prevenção, táticas atuais. Programas de saúde comunitária. Âmbitos de intervenção na sociedade globalizada: família, escola, trabalho, jurídico, comunidade. As problemáticas atuais e os efeitos na cultura: ruptura do laço social, impulsos, violência, vulnerabilidade, exclusão social, desamparo, consumo, adições, seitas urbanas, ameaças sobre o meio ambiente, precarização trabalhista, as novas subjetividades da cibercultura, o declínio da função parental, multiculturalidade, imigração, migrações. A violência como consequência de uma crise jurídica e social segundo P. David.

3 – SEMINÁRIO:” PSICOLOGIA JURÍDICA”

Conceito de sujeito desde as diferentes correntes da Psicologia e Psicologia Jurídica. O sujeito e o social. O sujeito do discurso jurídico. O sujeito do discurso da Psicologia Jurídica. Discriminação de discursos: Psicológico-Jurídico. Pedagógico- Social- Psicanalítico. O Direito e as Ciências Sociais. A interdisciplinaridade e a conformação de equipes de trabalho. Programas de trabalho. A comunicação. A linguagem. A intersubjetividade. Responsabilidade subjetiva. Imputabilidade e inimputabilidade, diferenças e convergências em diferentes discursos. Castigo e sanção, suas diferenças e convergências. Criminologia. A clínica do Direito. Prevenção do delito e justiça penal. A situação da delinquência juvenil. Situação na América Latina a respeito do Direito e a Psicologia Jurídica.

4 – PSICOLOGIA CULTURALISTA E EXISTENCIAL

Surgimento da Psicologia Existencial. Contribuições das filosofias fenomenológicas existenciais de Jean Paul Sartre, Martin Heidegger, Albert Camus, Kierkegaard, Husserl, Merleau Ponty, Martín Buber e outros. Contribuições aos fundamentos psicológicos e culturais à teoria da personalidade. A teoria da personalidade na Psicologia compreensiva de K. Jaspers. As teorias psicossociais da personalidade: Hall e Lindzey. A teoria humanista da personalidade em C. Rogers e Maslow. A teoria culturalista de K. Horney. Formação da personalidade desde o conceito de liberdade de E. Fromm. A vontade de sentido em V. Frankl. O devenir da vida. O ser humano como constante evolução e desenvolvimento. O lugar dos conceitos de movimento e processos. O Dasein e Mitsein. A Weltanschauung. O conceito de cuidado e cura. A finidade. O reconhecimento da temporalidade. O tempo como vida e o futuro como a possibilidade de existir. A liberdade. Ética e estética. O sentido da vida. As contribuições de Ludwig Binswanger , Víctor Frankl, Alejandro Jodorowsky, Rollo May, Irvin Yalom, Emmy van Deurzen, Hans Cohn e Ernesto Spinelli. Contribuições de autores da América Latina: Pablo Rispo e Susana Signorelli (Argentina), Emilio Romero (Brasil), Alberto Castro (Colômbia) Miguel Jarquín e Yaqui Andrés Martínez (México), entre outros.

5 – SEMINÁRIO: DESENVOLVIMENTOS NA PSICANÁLISE

A metapsicologia clássica, interrogação por sua vigência. Revisão de seus antecedentes. Revisão dos conceitos fundamentais. A construção da realidade psíquica e a constituição do sujeito. Diversas conceições sobre o inconsciente. Diferenciação entre “isso” e inconsciente. As teorias sobre os sonhos. Conceição do sintoma. Função da angústia. O conceito de pulsão e suas diversas classificações. Consequências teóricas e clínicas do giro de 1920. Os tabus fundamentais. A proibição do incesto e do parricídio, seu lugar na organização social. Passagem da endogamia à exogamia .Psicologia das massas e identificação. Escritos sociais. Os motivos da guerra. A construção da praxe freudiana. Revisão das contribuições de Melanie Klein e Donald Winnicott. Antecedentes: Karl Abraham e Anna Freud. Teoria das relações de objeto. Contribuições da Escola Francesa. Jacques Marie Emile Lacan. Contexto histórico. Espaço de configuração psicanalítico. Jacques Lacan e o retorno a Freud. A coisa lacaniana. Antecedentes. Efeitos do significante e a letra. Preexistência da linguagem. Estruturas elementares da cultura. Conceição ternária da condição humana: natureza, sociedade e cultura. Reversão do algoritmo linguístico. O registro simbólico. Introdução do grande Outro. O eu como construção imaginária. O outro semelhante. O lugar de a. O sujeito e o Outro. O suporte corporal do sujeito. Reformulação dos quatro conceitos fundamentais da psicanálise freudiana. O conceito de gozo. Diversas contribuições clínicas. Uma nova clínica: a advenida do sujeito.

6 – COLÓQUIO FINAL

Com a participação de todos os pós-doutorandos e os professores, realizar-se-á um colóquio final, com o objeto de:
1.- debater algumas ideias principais e concluintes do curso,
2.- declarar tema e traço de pesquisa.
3.- dentro do possível, o pós-doutorando declarará seu diretor de trabalho (caso contrário, poderá fazê-lo num prazo de 30 dias). O diretor pode ser interno ou externo à Universidade Kennedy.

COORDENAÇÃO ACADÊMICA NO BRASIL

A orientação no Brasil está a cargo do Promotor de Justiça Joaquim Miranda, Corregedor Geral do Sistema Penitenciário Federal. Mestre, Doutor e Pós-Doutorando em Direito.

PÚBLICO ALVO

Doutores em todas as ciências, mediante análise de currículo.

PROCESSO DE SELEÇÃO

Os interessados devem preencher o formulário de inscrição e anexar o currículo completo para análise, aos cuidados da Dra. Sara Bernardes, expondo a razão do seu interesse no doutorado e informando disponibilidade para entrevista, que poderá ser dispensada, excepcionalmente, à vista da documentação apresentada.

REQUISITOS DE ADMISSÃO

Para efetivação de matrícula, os candidatos aprovados no processo de seleção deverão apresentar ao IESLA os seguintes documentos:

1. Currículum vitae;
2. Carta de Intenção;
3. 2 cópias autenticadas da cédula de identidade (RG) e do CPF;
4. 2 cópias autenticadas do diploma da graduação;
5. 2 cópias de comprovante de residência;
6. 2 cópias autenticadas do histórico da graduação;
7. Cópias autenticadas de certificados ou diplomas de pós-graduação, quando for o caso;
8. 4 fotos 3×4, atuais;
9. Ficha UK devidamente preenchida;
10. 3 vias do contrato de prestação de serviços, devidamente preenchidas e assinadas.

O doutorando poderá viajar e se hospedar por conta própria, havendo, todavia, pacote especial para passagem aérea e hospedagem, em grupo, em hotéis de médio porte em Buenos Aires, cujas orientações detalhadas estão disponíveis no IESLA, o que redunda em sensível economia no custo total da viagem.

CERTIFICAÇÃO E TÍTULO:

Aprovando o Relatório, o Comitê Acadêmico autorizará a emissão de Certificado de pós-doutor para os que concluírem o programa com aproveitamento. A Universidade Argentina J. F. Kennedy emitirá o diploma de Pós-doutorado em Psicologia.

Depoimentos de Alunos

Clique aqui e confira. 

contato_iesla

© Copyright 2014 - IESLA Instituto de Educação Superior Latino Americano - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por: CYB e Atonbox.