As tonalidades dos passaportes pelo Mundo

passaporte

Porque no Brasil a cor do passaporte é azul enquanto na União Europeia ela é vermelha?

Existem, por trás das tonalidades de cores de cada passaporte, significados culturais e históricos que vão além da semelhança com as cores das bandeiras dos países.

Os parâmetros oficiais para a configuração das cores são definidos pela Organização da Aviação Civil Internacional, que atualmente disponibiliza quatro opções de cores, sendo elas azul, preto, verde e vermelho. A partir delas, as escolhas são feitas pelos países de acordo com os seus interesses. Confira abaixo:

Passaporte azul: comum no continente americano, a cor é utilizada por dois blocos econômicos: o Mercosul (e por isso o Brasil a utiliza) e a Comunidade do Caribe (Caricom). Os Estados Unidos também resolveram adotar a cor a partir de 1976 (quando ocorreu o bicentenário da independência do país), devido à semelhança com as cores de sua bandeira.

Passaporte vermelho: a cor costumava ser adotada por nações comunistas durante a Guerra Fria e até hoje incida passado ou presente soviético nesses países, como é o caso da China, da Bulgária e da Rússia. Países membros da União Europeia também adotam essa tonalidade em seus passaportes.

Passaporte verde: a cor está relacionada com a religião e a maior parte das nações que seguem o islamismo possuem bandeiras esverdeadas, consequentemente adotando um passaporte da mesma cor, considerada a preferida pelo profeta Maomé. Mas além de países como Arábia Saudita, Marrocos, Egito e Paquistão, que seguem o alcorão, Gana e Costa do Marfim, que integram a Comunidade Econômica dos Estados da África Ocidental (Ecowas), também escolheram a coloração para se distinguirem.

Passaporte preto: mais rara de se ver, a cor é adotada pelo México e pela Nova Zelândia, além de países do continente africano, como Angola, Botsuana e Congo, lembrando que o passaporte preto também é utilizado por cidadãos autorizados e providos de benefícios diplomáticos nos Estados Unidos.

Cor-de-rosa: parece inusitado, mas a cor é adotada na Holanda em passaportes provisórios, quando o cidadão perde o seu ou ainda não conseguiu tirar o oficial.

Informações do site: http://www.mundialvistos.com.br/noticias/as-tonalidades-dos-passaportes-pelo-mundo

 

E no Brasil, quantas cores/tipos de passaportes existem? Entenda porque existem cores diferentes e a diferença de cada um.

 

Novo Passaporte - Reproducao do novo passaporte brasileiro, no Palacio do Planalto. Brasilia DF.05.05.2005 Foto: Alan Marques / Folha Imagem

A legislação brasileira prevê cinco tipos de passaporte:

1) Comum: Cor Azul, válido por 5 anos;
2) Oficial: Verde, válido por 5 anos;
3) Diplomático: Vermelho, válido por 5 anos;
4) Para estrangeiro: Amarelo, válido por 2 anos;
5) De emergência: Cor Azul celeste, válido por 1 ano.

O documento marrom mostrado na foto é o Laissez-passer. Parece um passaporte, mas não é. Ele é concedido ao estrangeiro portador de documento de viagem não reconhecido pelo governo brasileiro ou que não seja válido para o Brasil. 

No Brasil, é o Decreto nº 5.978/2006 que regulamenta os documentos de viagem.

Informações do site: https://www.falandodeviagem.com.br/viewtopic.php?f=160&t=6536

 

© Copyright 2014 - IESLA Instituto de Educação Superior Latino Americano - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por: CYB e Atonbox.