Responsabilidade Social

Toque para fechar o menu de navegação

O Instituto de Educação Superior Latino-americano – IESLA tem por objetivo promover a responsabilidade social no âmbito nacional e internacional, tomando como base os princípios éticos e morais, desenvolvidos mediante a nossa visão e missão.

Nossa missão é contribuir para a formação integral das pessoas, que são agentes de transformação da sociedade e da cultura, conforme os valores éticos da fé cristã, e construir uma comunidade acadêmica de excelência que busca a verdade e o bem comum para o exercício pleno da cidadania. Nossa visão é manter-se como referência em Educação Superior, Pós-graduação Lato Sensu, Pós-graduação Stricto Sensu e Educação Executiva, no Brasil e em âmbito global.

Na circunstância de parceira, a nossa instituição compreende a importância de estreitar as relações com a comunidade, contribuindo com o desenvolvimento social, cultural e educacional em nosso país.

O IESLA propicia o diálogo faculdade-comunidade desenvolvendo uma relação de reciprocidade, com o papel fundamental não somente como formadora de novos profissionais para o mercado de trabalho, mas também como geradora de oportunidades no cenário global.

No contexto da responsabilidade social, dentre os projetos desenvolvidos trabalhamos com o programa de bolsas que incentiva e desperta toda a comunidade a querer estudar em nossa instituição. Ao longo de nossa trajetória, foram ofertadas em média 112 bolsas de mestrado e doutorado concedidas à comunidade.

Também apresentamos o Programa Conhecimento Gera Vida, elaborado pela nossa presidente, Dra. Sara Bernardes. Com sete unidades localizadas na África, o projeto Conhecimento Gera Vida leva educação a quinhentas e trinta e duas crianças. Um trabalho que reflete o comprometimento de instituições que acreditam na disseminação de valores como a ética, o respeito e a honestidade, para a formação daqueles que hoje representam o futuro. Vinte e seis professores e dois coordenadores se dedicam e transmitem os seus conhecimentos à crianças e adolescentes de seis a dezesseis anos, sempre com o apoio do IESLA e da ESJUS.