História do Coaching

Como nasceu o Coaching

Em 1500 a palavra inglesa COACH referia-se a um veículo de tração animal que conduzia pessoas de onde estavam para onde queriam ir.
Muito mais tarde, os ônibus de transporte de passageiros também foram chamados COACHES e sua finalidade era a mesma: levar as pessoas de onde estavam para onde queriam ir. Alguns autores sugerem que na antiguidade os COACHES ajudavam os atletas a melhorar seus desempenhos para disputar os Jogos Olímpicos. Em 1880 COACHES foram oficialmente chamados como tal, com a função de dar assistência aos atletas que remavam em disputas esportivas no rio Cam, em Cambridge.
Em nossa era moderna, os desafios das mudanças galopantes, avanços em tecnologia e gigantescas ondas de informação, têm levado gestores e líderes a enfrentar rupturas nos relacionamentos, quedas em produtividade, barreiras na comunicação, baixa motivação e tempo cada vez mais curto para tomada de decisões inteligentes.
Em todas as instituições, desde a menor empresa até a mega companhia internacional, as pessoas em todos os níveis começaram a ter que aprender, muito rapidamente, a lidar com a velocidade acelerada das mudanças. Todos têm que descobrir novos estilos de comunicação, gestão e relacionamentos. Os CEOs e outros executivos começaram a buscar ajuda externa, de alguém para guiá-los neste mundo novo, para planejar, tomar decisões e atingir objetivos.
Os princípios do coaching, anteriormente aplicados ao desempenho de atletas, começou a emergir na comunidade empresarial. De acordo com Fortune, o coaching tornou-se “a coisa mais quente em administração”(Fortune 141, no. 4 – Fevereiro de 2000).
A Federação Internacional de Coaching (ICF), fundada em 1995, tem hoje mais de 20.000 membros em mais de 90 países.
Mais sobre coaching na próxima edição.

contato_iesla

© Copyright 2014 - IESLA Instituto de Educação Superior Latino Americano - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por: CYB e Atonbox.